Economia no Egito Antigo

A economia no Antigo Egito era baseada na agricultura.

O rio Nilo e suas cheias eram uma dádiva dos deuses para os povo egípcio. As terras cultivadas pertenciam todas ao faraó, que era rei, deus e senhor absoluto. Na prática, no entanto, a terra era controlada pelos sacerdotes, escribas e militares que administravam os trabalhadores livres e os escravos que lidavam com a agricultura.

Agricultura egípcia, observe os canais para irrigação.
Agricultura egípcia, observe os canais para irrigação.

A economia egípcia era extremamente centralizada na figura do faraó. Ele podia requisitar artesãos para a construção de templos e para a fabricação de armas.

Eram cultivados o trigo, o linho, o algodão, a vinha, os cereais e a oliveira. Os animais mais utilizados foram o boi e o burro, existia a criação de carneiros, cabras e gansos. O cavalo e o camelo só foram empregados em fase mais posterior da civilização egípcia. Apesar de a agricultura ser a principal base econômica, havia indústrias de cerâmicas, de mineração e têxteis em pequena escala.

É isso aí! Beijo do pai.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s