Guerra do Peloponeso

Com a vitória grega nas Guerras Médicas, a região passou por um período de grande progresso. Nesse contexto, a cidade de Atenas começou a figurar como dominante e os atritos com Esparta foram ficando mais intensos.

Atenas e seus aliados se uniam na Liga de Delos, enquanto que Esparta e aliados estavam na Liga do Peloponeso. Como sabemos, Atenas e Esparta eram muito diferentes. Atenas: democrática, valorizava a cultura e o comércio, potência marítima. Esparta: oligarguia, militarista, agrária, potência militar terrestre. A Guerra do Peloponeso foi o choque dessas duas culturas tão diversas. O mapa a seguir mostra as cidades que compunham a Liga de Delos e a Liga do Peloponeso:

Liga de Delos e Liga do Peloponeso - Guerra do Peloponeso.
Liga de Delos e Liga do Peloponeso – Guerra do Peloponeso.

Desentendimentos comerciais entre Atenas e Esparta desencadearam a guerra. Essa guerra foi muito longa, durando 27 anos!

Foram batalhas muito desgastantes e destrutivas, que resultaram na derrota de Atenas e perda de seu modo de governo democrático. Iniciou-se então o predomínio de Esparta. A principal consequência da derrota de Atenas foi o fim da Liga de Delos e a decadência econômica das cidades gregas.


O que é Peloponeso?

Talvez você queira saber o que é Peloponeso. É o nome de uma região, aquela em destaque no mapa abaixo:

Região do Peloponeso.
Região do Peloponeso.

Uma curiosidade…

Durante a Guerra do Peloponeso, Atenas teve um grande general, chamado Péricles. Numa das batalhas, o exército de Esparta cercou a cidade de Atenas, esperando que os atenienses se rendessem pela fome.

Como Esparta tinha um exército imbatível e Atenas dominava os mares, Péricles pensou na seguinte estratégia: todos os habitantes de Atenas e das vilas que circundavam a cidade iriam se abrigar atrás dos muros da pólis (veja o desenho da pólis). E a população de Atenas seria abastecida pelo porto de Pireus.

Havia uma enorme muralha protegendo a cidade de Atenas até o porto de Pireus e a ideia do general Péricles pareceu boa, já que os atenienses poderiam suportar indefinidamente o cerco do exército de Esparta.

Muralha ligando Atenas ao porto de Pireus.
Muralha ligando Atenas ao porto de Pireus (não é uma guitarra).

Acontece que, com o passar do tempo, como a população atrás das muralhas havia crescido muito, as condições de higiene terminaram se deteriorando e uma praga se espalhou pela cidade, matando muitas pessoas.

Cerca de um terço da população de Atenas morreu, incluindo o general Péricles e seus filhos. A doença era tão forte e causava tanto temor, que o exército de Esparta desistiu do cerco a Atenas e se retirou.

Mas, mesmo com a retirada de Esparta, a praga foi um dos principais fatores que contribuíram para a posterior derrota de Atenas na Guerra do Peloponeso.

Advertisements

One comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s