Por que os porquês são tão enrolados? Por que, por quê? Porque é o porquê!

Filha querida,

Sejamos sinceros, o uso correto dessa palavra é mesmo complicado e há grande chance de a usarmos erradamente. O jeito é estudarmos e estarmos sempre atentos.

Mas adianto, a coisa parece mais complicada do que ela é… E com os truques que vou passar abaixo, você aprenderá as diferenças e ficará preparada para os porquês da vida!

A coisa com essas palavras complica por dois motivos básicos: o som é sempre o mesmo e as funções sintáticas variam. E nessa variação, a forma como a escrevemos termina mudando também. Enfim, temos todos os elementos para uma confusão completa. Mas no panic: tenho uma tabela salvadora!

Por que Usado nas perguntas ou quando estiverem implícitas as palavras razão ou motivo.

Exemplos:

  • Por que você gosta tanto de cachorros?
  • Eu não sei por que ela gosta tanto de cachorros.

Truque: se der para substituir o por que por por qual motivo, mantendo o sentido da frase, bingo: o por que é separado! Veja:

  • Por qual motivo você gosta tanto de cachorros?
  • Eu não sei por qual motivo ela gosta tanto de cachorros.
Por quê Igual ao caso anterior: usado nas perguntas ou quando estiverem implícitas as palavras razão ou motivo. O que muda aqui é que o por quê é acentuando pois vem no final da frase, antes de um ponto final, ponto de exclamação ou de interrogação.

Exemplos:

  • Você gosta tanto de cachorros, por quê?
  • Ela gosta tanto de cachorros e eu não sei por quê.

Truque: se der para substituir o por que por por qual motivo, mantendo o sentido da frase, bingo: o por quê é separado! E, sendo no final da frase, é acentuado! Veja:

  • Você gosta tanto de cachorros, por qual motivo?
  • Ela gosta tanto de cachorros e eu não sei por qual motivo.
Porque Usado numa explicação ou quando dizemos a causa de alguma circunstância.

Exemplos:

  • Você gosta tanto de cachorros porque eles são bonitos.
  • Maria gosta de cachorros porque ela convive com eles desde pequena.

Truque: se der para substituir o porque por pois, mantendo o sentido da frase, bingo: o porque é junto! Veja:

  • Você gosta tanto de cachorros pois eles são bonitos.
  • Maria gosta de cachorros pois ela convive com eles desde pequena.
Porquê Usado quando tem o valor de substantivo, vem sempre precedido de artigo (o, um) e tem o sentido de a causa ou a razão de alguma circunstância.

Exemplos:

  • Está claro o porquê de você gostar tanto de cachorros.
  • Ela gosta tanto de cachorros, um porquê é eles serem fofinhos.

Truque: se houver um artigo (o, um) antes do porquê e der para substiuir o porquê por o motivo, mantendo o sentido da frase, bingo: o porquê é junto e tem acento! Veja:

  • Está claro o motivo de você gostar tanto de cachorros.
  • Ela gosta tanto de cachorros, um motivo é eles serem fofinhos.

Beijo do pai!

Anúncios

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s