Solução e supensão. Soluto e solvente.

Oi filha!

Quando o estudo fica mais sério, começam aparecer um monte de definições, isto é, tudo termina recebendo um nome! E em geral um nome esquisito… No começo, isso deixa a coisa meio confusa e repetitiva, mas logo você vai se acostumar. Afinal, para fazermos ciência, é fundamental sabermos o nome das coisas com as quais estamos lidando, né?

Vamos então a algumas definições bem simples…


Soluções

Na natureza, raramente as substâncias são encontradas na sua forma pura. Quase sempre elas existem na forma de misturas. Podemos dizer que a regra geral na natureza é “tudo junto e misturado”…

Mas existem misturas em que é impossível distinguir individualmente cada um de seus componentes. As substâncias se misturam de uma forma tal que a sua aparência é uniforme e homogênea. A estas misturas homogêneas chamamos de soluções.

Vamos exemplificar com dois casos bem simples:

  • Quando dissolvemos um pouco de sal num copo com água, fazemos uma mistura. É uma mistura uniforme e homogênea, pois o sal se combina tão bem com a água que não podemos encontrar uma separação entre o sal e a água. Essa mistura é uma solução.
  • Quando jogamos algumas pequenas pedras dentro de um copo com água, não fazemos uma solução. Por quê? Porque, apesar de termos uma mistura, ela não é nem uniforme, nem homogênea, já que podemos encontrar facilmente a separação entre as pedras e água. A todo momento podemos ver onde é pedra e onde é água. Não temos, portanto, uma solução.

Existem vários tipos de soluções:

  1. Solução gasosa: o ar, por exemplo, é uma mistura de gases.
  2. Solução líquida: a água do mar, que contém uma série de sais (exemplo: cloreto de sódio, o sal de cozinha) combinados com a água.
  3. Soluções sólidas: como as ligas metálicas (bronze, que é uma mistura de cobre e estanho).
  4. Soluções de gases em líquidos: a famosa Coca-Cola é um exemplo (gás carbônico dissolvido no refrigerante).
O ar atmosférico é uma solução.
O ar atmosférico é solução.
O mar é outra solução.
O mar é solução.
Coca-cola é uma solução.
Coca-cola é solução.

Soluto e solvente

Numa solução há sempre dois elementos: uma substância que dissolve, chamada solvente, e outra que é dissolvida, chamada soluto. Os nomes são meio parecidos e podem gerar alguma confusão, portanto, lembre-se:

  • Solvente é aquele que normalmente está em maior quantidade e que preserva seu estado físico. É o solvente que dissolve o soluto. O solvente é o agente que atua sobre o soluto.
  • Soluto é aquele que está em menor quantidade ou que altera seu estado físico. O soluto é dissolvido pelo solvente.

Exemplos e exercícios

  • A figura a seguir é uma solução? Por quê?
Preparo de solução de água e sal.
Misturando água e sal.
  • A água é conhecida como o solvente universal. Considerando o que você já sabe sobre a água, sobre o óleo e sobre as misturas, é possível obter uma solução de água e óleo?
  • Nos jogos que gostamos existe menção à Idade do Cobre, que vem antes da Idade do Bronze. Como essas idades estão associadas ao progresso do homem, podemos dizer que o uso do bronze indica maior evolução. Mas o que é o bronze? É uma mistura de dois metais: o cobre com o estanho. Nessa mistura existe cerca de 10% de estanho e 90% de cobre. Sabendo disso e considerando seus conhecimentos sobre misturas, responda:
    • O bronze é uma solução?
    • Qual é o solvente?
    • Qual é o soluto?
À esquerda, cobre, como encontrado na natureza; à direita, estanho.
À esquerda, cobre, como encontrado na natureza; à direita, estanho.
Lingotes de bronze.
Lingotes de bronze.
  • Na figura abaixo, a mistura de gelo com Pepsi é uma solução? E apenas a Pepsi, é uma solução? Se sim, qual é o solvente e qual é o soluto na Pepsi?
Copo com Pepsi e gelo.
Copo com Pepsi e gelo.

Suspensão

Como já conversamos nesse post, existem casos em que misturamos duas substâncias, mas elas não formam uma solução. Isto é, temos uma mistura, mas não temos uma solução. Falamos de água e óleo, de gelo e refrigerante… Podemos pensar ainda água com areia e em muitas outras misturas que não formam uma solução.

Assim, uma suspensão é um tipo de mistura em que o soluto não se dissolve completamente no solvente. Numa suspensão podemos identificar a separação física entre o soluto e o solvente. Por isso uma suspensão é uma mistura heterogênea.

Um exemplo clássico de suspensão é a mistura de água com óleo. Por mais que agitemos, depois de um tempo em repouso, o óleo termina se concentrando na parte de cima do recipiente, bem separado da água.

Suspensão de óleo e água. Por que o óleo fica por cima?
Suspensão de óleo e água. Por que o óleo fica por cima?

Beijo do pai!

Advertisements

One comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s