Doenças causadas pela falta de saneamento básico

Oi filha!

Existem muitas as doenças causadas pela falta de saneamento básico. São doenças que afetam a qualidade de vida da população e podem até atrapalhar o desenvolvimento do país.

O mais impressionante é que quase todas essas doenças podem ser previnidas com um saneamento básico de qualidade, reduzindo a morte prematura de muitas pessoas, especialmente de crianças até cinco anos de idade. Baixos índices de mortalidade infantil estão fortemente associados a serviços adequados de água, esgoto e coleta de lixo.

As doenças são causadas pelo contato ou ingestão de água contaminada, contato da pele com o solo ou lixo contaminados. Esgoto, água parada, resíduos, rios poluídos e outros problemas contribuem para o aparecimento de insetos e parasitas que transmitem doenças.


Doenças relacionadas à falta de saneamento

  • Amebíase: provocada por um protozoário presente em alimentos ou água contaminada com fezes contendo ovos do parasita. A doença acomete 10% da população mundial, principalmente em locais pobres.
  • Ascaridíase: causada pelo parasita Ascaris lumbricoides. Tem origem na ingestão de ovos do parasita, que estão no solo, água ou alimentos contaminados por fezes humanas. É a popular lombriga, verminose intestinal que mais ataca o homem.
  • Cisticercose: causada pela ingestão de alimentos contaminados com ovos de Taenia solium ou de Taenia saginata. É a famosa solitária. Pode levar meses ou mesmo anos para aparecer. É uma doença séria que pode provocar demência ou mesmo cegueira. Para evitá-la, é fundamental que se coma as carnes bem cozidas, especialmente a carne de porco.
Ciclo da cisticercose.
Ciclo da cisticercose.
  • Cólera: causada pelo consumo da água, alimentos, peixes, frutos do mar e animais de água-doce contaminados por fezes ou vômito. Mãos que tiveram contato com a bactéria ou mesmo moscas e baratas podem contaminar a água e os alimentos.
  • Dengue: doença febril aguda provocada por um vírus transmitido pela picada de um mosquito infectado. O mosquito se reproduz em águas paradas e a eliminação desses focos é fundamental, especialmente nas áreas urbanas. Trata-se de um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Havia sido erradicada do Brasil em 1950, mas voltou nos anos 80.
  • Esquistossomose: causada por parasita que tem como seu hospedeiro final o homem, mas usa um caramujo como hospedeiro intermediário. O ciclo de contaminação é: o indivíduo doente elimina ovos do parasita na urina e nas fezes, contaminando a água; os ovos se tornam larvas; as larvas se alojam nos caramujos; as larvas adultas, mais tarde, voltam para água e contaminam o homem. É a popular barriga d’água. Essa doença pode ser fatal.
Ciclo da esquistossomose.
Ciclo da esquistossomose.
  • Febre amarela: não é transmitida diretamente de uma pessoa para outra, mas por meio da picada de um mosquito. O mosquito pica uma pessoa infectada e, depois, ao picar uma pessoa sadia, a contamina. O mosquito da dengue também pode ser vetor da febra amarela.
  • Febre tifoide: transmitida pela água ou alimentos contaminados com fezes ou urina humanas contendo a bactéria Salmonella entérica sorotipo Typhi. Pode ser ainda transmitida pelo contato direto com fezes, urina e secreções da pessoa infectada.
Salmonela da Febre Tifoide em ação.
Salmonela da Febre Tifoide em ação.
  • Giardíase: provocada por um parasita microscópico que é encontrado especialmente em áreas com más condições de saneamento e água contaminada.
  • Giárdias (parecem serem de outro planeta!).
    Giárdias (parecem serem de outro planeta!).
  • Leptospirose: provocada por uma bactéria presente na urina de ratos e outros animais. É transmitida ao homem principalmente nas enchentes. Atinge também outros animais (bovinos, suínos e cães) que também podem transmitir a leptospirose ao homem.

Além dessas doenças, existem muitas outras, como tricuríase e elefantíase que são infecções causadas por parasitas. E ainda malária, hepatite e poliomielite, que são doenças graves causadas por falhas no saneamento.

A falta de saneamento ainda provocam diarreias, desinterias, doenças de pele e infecções nos olhos.


Prevenção

Para evitar a ocorrência dessas doenças é preciso:

  1. Acesso a água de boa qualidade.
  2. Tratamento de esgoto.
  3. Coleta de lixo.
  4. Escoamento da água das chuvas.
  5. Instalações sanitárias.
  6. Higiene pessoal.

Beijo do pai!

Anúncios

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s