Agentes modificadores da superfície terrestre

Oi filha,

Já conversamos um pouco sobre as forças que causam as modificações na superfície terrestre, agora vamos detalhar um pouco mais esses agentes.


Agentes Internos

Os agentes internos costumam ser subdivididos em três grupos: o tectonismo, os abalos sísmicos e o vulcanismo.

  • Tectonismo: é toda e qualquer movimentação da crosta terreste causada por pressões que tem por origem o magma da Terra. Os continentes, as bacias, as cordilheiras foram criados por meio do tectonismo.
  • Abalos sísmicos: são gerados pelo movimento agressivo das massas da crosta ou do manto terrestres. Podem ser resultantes do choque entre duas placas que se encontram, do afastamento entre elas ou quando placas vizinhas movimentam-se lateralmente, raspando uma na outra.
  • Vulcanismo: é a erupção do magma na superfície terrestre. O magma encontra brechas para subir no encontro entre duas placas tectônicas, onde existem falhas e fraturas. Pode provocar mudanças na superfície de forma mais rápida, mas também atua de forma lenta, por exemplo, durante a formação dos próprios vulcões.

Agentes externos

Também chamados de esculpidores, são os responsáveis pela erosão (desgaste) e sedimentação (deposição) do solo. São ocasionados por agentes se encontram sobre a superfície, tais como os ventos, as águas e os seres vivos.

O agente externo mais atuante é a água, sejam os mares, sejam as chuvas, sejam os rios e lagos ou até mesmo o derretimento do gelo. A água transforma e modela os solos e contribui para a erosão. Assim, em virtude das águas, podemos destacar:

Erosão pluvial: ação das águas da chuva, que forma caminhos nos solos. Erosões mais profundas podem formar ravinas.

Erosão fluvial: ação dos cursos d’água, que modela a paisagem e transporta sedimentos. Podemos dizer que são os próprios rios que constroem os seus cursos.

Efeitos da erosão fluvial.
Efeitos da erosão fluvial.

Erosão marinha: ação das águas do mar, que desgasta as formações rochosas litorâneas. Esse process é lento e gradual, contribuindo também para a formação de falésias, restingas e praias.

Ilha modificada pela erosão marinha.
Ilha modificada pela erosão marinha.

Erosão glacial: ação das águas do derretimento de geleiras localizadas em regiões montanhosas, formando cursos d’água que modelam a superfície.

Outro agente externo importante são os ventos. Eles são responsáveis pela erosão eólica. Assim, num processo lento e gradual, os ventos esculpem as formações rochosas e transportam os sedimentos do solo em forma de poeira.

Formação esculpida pela erosão eólica.
Formação esculpida pela erosão eólica.

Além das erosões, existe também a meteorização (ou intemperismo) que, por meio de transformações físicas, químicas e biológicas dos solos, resulta na desintegração e decomposição dos solos e das rochas.

Secas prolongadas causam a meteorização dos solos.
Secas prolongadas causam a meteorização dos solos.

Beijo do pai!

Advertisements

4 comments

  1. […] Sabemos que a constante passagem da água desgasta e esculpe o relevo no seu caminho, formando vales e planícies. Isto é, a água dos rios é um dos agentes modificadores da superfície terrestre (erosão fluvial, lembra?), para recordar, verifique este post. […]

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s