Formas de relevo terrestre e sua importância

Oi filha,

Como já conversamos, o relevo terrestre recobre os continentes e o fundo dos oceanos, é bastante variado e sofre a ação de agentes modificadores internos e externos. Agora vamos conversar em mais detalhes sobre o relevo nos continentes e no fundo dos oceanos.


Relevo continental

Temos quatro tipos diferentes de relevo, a saber: montanhas, planaltos, planícies e depressões.

Montanhas: são um tipo de relevo caracterizado pelas suas acentuadas elevações. Quando elas apresentam-se num grande grupo, são chamadas de cadeias montanhosas ou de cordilheiras. Há quatro tipos diferentes de montanhas, de acordo com sua origem: as vulcânicas, formadas pela ação dos vulcões; as dobradas, as mais comuns, formadas por tectonismo; as erodidas, formadas a pela erosão das áreas em seu entorno; as falhadas, surgidas a partir dos falhas nos blocos rochosos. As montanhas dobradas são as mais jovens; as formações mais famosas desse tipo são: a Cordilheira do Himalaia, os Andes e os Alpes.

Planaltos: são áreas de uma relativa altitude e com uma superfície mais ou menos plana, com limites bem nítidos. Apesar de serem aceitas como áreas planas, suas superfícies são mais acidentadas que as das planícies. É importante observar que os planaltos são mais altos que as planícies e apresentam processos erosivos. Isso quer dizer que há deslocamento de sedimentos para as áreas mais baixas que a sua. Quase sempre os planaltos são cercados por depressões relativas. As chapadas são um tipo de planalto.

Chapada Diamantina.
Chapada Diamantina.

Planícies: são áreas planas, com uma paisagem pouco acidentada. Possuem altitudes menores que as montanhas e os planaltos e recebem recebem grande quantidade de sedimentos. As planícies são o tipo de relevo mais adequado à ocupação humana. No entanto, planícies próximas a grandes rios podem sofrer enchentes.

Depressões: são um tipo de relevo que apresenta pequenas altitudes e que são mais baixas que o nível do mar ou que a região em seu entorno. Possuem, geralmente, uma superfície plana ou côncava. Existem dois tipos de depressão: a absoluta, que se encontra abaixo do nível do mar; e a relativa, que é mais baixa que o relevo ao seu redor.

O Mar Cáspio é uma depressão absoluta a 92 m abaixo dos nível dos oceânos.
O Mar Cáspio é uma depressão absoluta a 92 m abaixo dos nível dos oceanos.
Todas as formas de relevo terrestre.
Todas as formas de relevo terrestre.

Relevo oceânico

O fundo dos oceanos, assim como a superfície terrestre, apresenta grande variedade de formas e irregularidades. A partir da década de 1960, foi possível realizar análises datalhadas do relevo submarino e foi estabelecida a seguinte classificação:

Plataforma continental: é o prolongamento submerso dos continentes, com apenas algumas modificações causadas pela erosão marinha ou por sedimentação. Tem profundidade entre 10 e 500 metros. Nesta região é feita a exploração mineral e é realizada a maior parte da pesca.

Talude continental: é uma inclinação mais aprofundada que a plataforma continental, podendo atingir até 3 mil metros de profundidade.

Bacia oceânica: é a maior superfície e se estende do limite do talude continental até cerca de 5 mil metros de profundidade.

Dorsais: são as grandes cordilheiras e acompanham o contorno dos continentes. As dorsais emergem em diversos pontos, formando ilhas e arquipélagos.

Fossas abissais: estão próximas aos continentes e são as regiões mais profundas do relevo submarino.

Formas de relevo oceânico.
Formas de relevo oceânico.

Importância do relevo

Tanto o relevo terrestre como o submarino são fundamentais no nosso dia a dia.

O relevo terrestre influencia no clima, pois as regiões mais altas tendem a ser mais frias; e também influencia na condição dos solos, se possui mais ou menos sedimentos, com consequências para a agricultura.

Além disso, as características físicas do relevo são importante. Por exemplo, já vimos que as planícies são consideradas as regiões mais adequadas para a ocupação humana pois possuem poucos acidentes e são de acesso mais fácil.

A existência de água doce é outro elemento importante que é condicionado pelo relevo da Terra, já que os maiores cursos d’água tendem a se concontrar nas regiões mais baixas.

Em resumo, podemos dizer que a forma do relevo terrestre impõe condições e limites para a ocupação do planeta pelo homem.

Já o relevo submarino é importante por sua influência em diversos outros aspectos como: na exploração mineral, com grande impacto econômico; nas correntes marítimas, que têm impacto no clima do planeta e na disponibilidade de cardumes; na existência de ilhas e de outras formações rochosas, com impacto na navegação.


Beijo do pai!

Advertisements

One comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s