Clima: elementos e fatores

Oi filha querida,

Hoje vamos conversar sobre o clima de uma forma mais científica e você – para sua alegria – vai aprender alguns conceitos e palavras novas.

Para que possamos caracterizar o clima de um lugar, já sabemos que é preciso um estudo prolngado do comportamento do tempo na região: da temperatura e da umidade, das precipitações (chuvas, neve ou granizo), das secas e dos períodos de mais umidade etc.

Nesse estudo, há dois conceitos muito importantes: os elementos do clima e os fatores do clima. São conceitos que geram alguma confusão mas que se referem a questões totalmente diferentes.


Elementos climáticos

São os atributos básicos, fundamentais, que definem o tipo de clima de uma região. Os principais elementos climáticos são: radiação, temperatura, pressão e umidade.

Observe que os elementos do clima são grandezas atmosféricas que podem ser medidas instantaneamente. São eles os principais elementos atmosféricos que variam no tempo e no espaço, sendo os atributos básicos para se definir o clima de uma região.

Radiação

É o calor recebido pela atmosfera. A maior parte desse calor vem do Sol, mas também há a elementos naturais e artificiais que refletem o calor já existente no planeta. A radiação é a principal responsável pelas características climáticas da Terra e pela dinâmica da sua atmosfera.

Temperatura

É o calor existente na atmosfera, pode ser medido em graus Celsius (ºC) ou em outras unidades, como graus Fahrenheit (ºF) e o Kelvin (K).

Pressão atmosférica

É a pressão exercida pelo ar sobre a superfície do planeta Terra. A pressão atmosférica pode ser medida em diversas unidades, sendo uma das mais comuns o milibar (mb).

Umidade

É a quantidade de vapor de água existente na atmosfera. Existe a umidade absoluta do ar (quantidade total de água na atmosfera – medida em gramas) e a umidade relativa do ar (quantidade de água na atmosfera em relação ao total necessário para haver chuva – medida em porcentagem).


Fatores climáticos

São as condições que interferem nos elementos climáticos, modificando parcialmente os climas deles resultantes. Os principais fatores climáticos são: latitude, altitude, maritimidade e continentalidade, massas de ar, vegetação, correntes marítimas e relevo.

Latitude

As variações de latitude estão ligadas às diferenças na incidência da radiação solar. Assim, quanto mais próximo ao Equador (baixas latitudes), maiores as temperaturas. E à medida que vamos aos pólos (altas latitudes), menores serão as temperaturas.

latitude-movement
Quanto mais próximo do Equador, maior a radição solar.

Altitude

Nas regiões mais altas, a pressão atmosférica é menor, assim há menor capacidade de se conservar o calor e as temperaturas são mais baixas que no plano. Podemos dizer então que, quanto maior a altitude, menores as temperaturas e, quanto mais próximo ao nível do mar, maiores elas serão.

Maritimidade ou Continentalidade

A proximidade de um local do mar (maritimidade) ou a sua posição em uma região mais continental (continentalidade) interferem no clima. Como o solo se esquenta ou se esfria mais rapidamente do que a água, as regiões continentais apresentam maior amplitude térmica, ocorrendo o inverso nas regiões litorâneas.

Massas de ar

As variações nas pressão atmosférica fazem com que o ar se movimente no planeta. Por vezes, blocos de ar com a mesma temperatura e umidade se movimentam, formando as massas de ar. Essas massas de ar transferem suas características climáticas para as regiões por onde passam. Por exemplo, massas de ar frio e úmido, diminuírem as temperaturas e chuvas. Veja a movimentação das massas de ar, vista por satélite:

Vegetação

Pode interferir no clima de diversas formas: pela contenção ou absorção dos raios solares; ou pela elevação da umidade, diminuindo as temperaturas e ocasionando chuvas.

Relevo

Influencia o clima ao impedir a passagem de massas de ar pelas regiões mais altas, fazendo com que algumas regiões se tornem mais secas ou até desérticas.

Correntes marítimas

São muito importantes e têm marcada influência no clima. Em regiões em que o mar é mais quente, a evaporação aumenta e junto com ela a umidade. Já as correntes frias diminuem a humidade e a pressão atmosférica.

Além de todos esses fatores, que são fatores naturais, é preciso lembrar que a ação do homem é um dos agentes mais intensos de transformação do clima. O homem pode causar fenômenos climáticos mais localizados: ilhas de calor, associadas às cidades; a inversão térmica, associada à poluição. E também pode causar processos mais amplos e diversificados, como o buraco na camada de ozônio.

ilha-de-calor
Esquema de ilha de calor urbana.

Observações

  • Amplitude térmica: diferença entre a maior e menor temperatura.
  • Pergunta de um pai curioso… Qual é o certo: umidade ou humidade?

Beijo do pai!

Advertisements

One comment

  1. […] Mas hé muita variabilidade climática é acentuada, em virtude da maritimidade, da altitude, das variações de latitude, das massas de ar e ocupação humana (com indústrias, poluição etc). Ver mais detalhes sobre elementos e fatores climáticos. […]

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s