Grupo das Pteridófitas

Oi filha querida,

Vamos conversar agora sobre o grupo das pteridófitas.

As pteridófitas são plantas vasculares, podem atingir vários metros de altura. Gostam de ambientes úmidos e sombrios.

Seus representantes mais conhecidos são as samambaias e as avencas, podem viver sobre o tronco de árvores e arbustos, ou mesmo em ambientes aquáticos.. Essas plantas costumam apresentar raiz, caule e folhas, mas nem sempre são percebidas com facilidade.

Assim como as briófitas, as pteridófitas também necessitam da água para sua reprodução, que é feita através dos gametas que se encontram no interior dos soros, aqueles pontinhos pretos que podem ser vistos a olho nu no dorso das folhas das samambaias.

pteridofitas
Samambaias e avencas, grupo das pteridófitas (observe os soros à esquerda).

Reprodução

Da mesma maneira que as briófitas, as pteridófitas se reproduzem num ciclo que apresenta uma fase sexuada e outra assexuada.

Na fase sexuada, a planta se apresenta como protalo, planta produtora de gametas, representando a fase chamada de gametófito. Dentro do protalo existe água em quantidade suficiente para que o gameta masculino se desloque e “nade” em direção ao gameta feminino, fecundado-o. Surge então o zigoto, que se desenvolve e forma o embrião.

O embrião então se desenvolve e forma uma nova samambaia. Quando adulta, as samambaias formam soros, iniciando novo ciclo de reprodução. Como a samambaia é uma planta assexuada, produtora de esporos, ela representa a fase chamada esporófito

Quando os esporos amadurecem, os soros se abrem libeando os esporos. Caindo no solo úmido, cada esporo pode germinar e originar um protalo, reiniciando o ciclo.

reprodupteridofitas
Ciclo de vida das pteridófitas.

É importante observar que, tanto as briófitas como as pteridófitas dependem da água para a fecundação.

Mas há uma importante diferença: nas briófitas, o gametófito é a fase duradoura e os esporófitos, a fase passageira; já nas pteridófitas ocorre o contrário, o gametófito é passageiro – morre após a produção de gametas e a ocorrência da fecundação – e o esporófito é duradouro, pois se mantém vivo após a produção de esporos.

Beijo dos pai!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s