O Renascimento

Oi filha querida,

Agora vamos conversar sobre o Renascimento, importante período da história humana, do século XIV ao XVI, que produziu refexos muito importantes no Ocidente.

O Renascimento foi um movimento de ordem artística, cultural e científica que ocorreu na passagem da Idade Média para a Idade Moderna. Teve origem na Itália e propiciou um novo conjunto de temas e interesses científicos e culturais para a época.


Origens

Na Europa, as intensas mudanças, como o desenvolvimento do comércio e das cidades e a expansão marítima, foram acompanhadas por um intenso movimento cultural.

Essas transformações faziam os europeus acreditarem que viviam em um nova era, muito diferente da Idade Média. Assim, os europeus dos séculos XIV ao XVI acreditavam estar presenciando um verdadeiro renascimento.

Em grande parte da Europa, foram surgindo escritores, artistas e cientistas preocupados em expressar os valores daquela nova sociedade. Em sua maioria, essas atividades culturais e científicas eram financiadas por ricos comerciantes e banqueiros.


Fundamentos do Renascimento

O Renascimento significou novas mentalidades e formas de ver, pensar e representar o mundo e os humanos. As principais características do Renascimento são:

  • Antropocentrismo (o homem como centro do universo): valorização do homem como ser racional e como a mais bela e perfeita obra da natureza;
  • Otimismo: atitude positiva diante do mundo – crença no progresso e na capacidade humana e apreciação da beleza do mundo, captada em obras de arte;
  • Racionalismo: ao contrário da cultura medieval, que era centrada na autoridade divina, os renascentistas valorizavam a razão humana como base do conhecimento. O saber como fruto da observação e da experiência das leis que governam o mundo;
  • Humanismo: humanistas eram estudiosos, sábios e filósofos, que traduziam e estudavam os textos clássicos greco-romamos. Os humanistas eram abrangentes e universais, cobrindo diversas áreas do saber. Passou-se a valorizar o espírito humano, as capacidades, as potencialidades e as diversidades dos seres humanos;
  • Hedonismo: valorização dos prazeres sensoriais, carnais e materiais, contrapondo-se a ideia medieval de sofrimento e resignação.
man
Este desenho de Leonardo da Vinci simboliza o ser humano como algo central no Renascimento.

O Renascimento ocorreu, em maior ou menor grau, em várias regiões da Europa. Começou na Itália e se expandiu para a França, Alemanha, Inglaterra, Espanha, Portugal e Holanda.

Apesar das diversidades regionais, as características comuns e fundamentais do Renascimento permaneceram uniformes em suas diversas manifestações.


Aproximação com a burguesia

A valorização das ações humanas por parte dos renascentistas propiciou um contato com a burguesia que florescia desde a Baixa Idade Média.

Muitos burgueses (chamados de mecenas) financiavam artistas e cientistas surgidos entre os séculos XIV e XVI. Esses artistas e cientistas patrocinados foram responsáveis por diversas obras artísticas e avanços científicos.


Períodos do Renascimento

O Renascimento se divide em três períodos: o Trecento, o Quatrocento e Cinquecento. Cada período correspondendo aos séculos XIV, XV e XVI.

Destaques do Trecento:

  • Escritor Petrarca (De África e Odes a Laura);
  • Escritor Dante Alighieri (Divina Comédia);
  • Pintor Giotto di Bondoni (O beijo de Judas, Juízo Final, A lamentação e Lamento ante Cristo Morto).

Destaques do Quatrocento:

  • Humanista Leonardo da Vinci (Mona Lisa e muitas invenções);
  • Escritor Erasmo de Roterdã (Elogio à Loucura);
  • Artista Michelangelo (Capela Sistina).
foto-galeria-materia-620-iq
A Capela Sistina foi pintada por Michelangelo.

Destaques do Cinquecento:

  • Escritor Luís de Camões (Os Lusíadas);
  • Artista Albercht Dürer (Adão e Eva e Melancolia);
  • Escritor François Rabelais (Gargântua e Pantagruel);
  • Cientistas Nicolau Copérnico, Galileu Galilei e Giordano Bruno.

Avanços na ciência

Com o Renascimento houve enorme desenvolvimento da ciência (astronomia, matemática, física, química, anatomia etc). O Renascimento representou uma revolução científica centrada no racionalismo, lançando as bases da ciência moderna.

Principais cientistas do Renascimento:

  • Nicolau Copérnico (1473-1543): astrônomo e matemático polaco, considerado o “Pai da Astronomia Moderna”. Foi criador da Teoria Heliocêntrica (sol como centro do Universo), na qual contradiz a Teoria Geocêntrica medieval (então adotada pela Igreja Católica);
  • Galileu Galilei (1564-1642): astrônomo, físico, matemático e filósofo italiano, Galileu, defensor da Teoria Heliocêntrica, foi um dos fundadores da geometria moderna e da física. Aperfeiçoou o telescópio, inventou o microscópio com duas lentes e o compasso.
  • Johannes Kepler (1571-1630): astrônomo, matemático e astrólogo alemão. Elaborou teorias sobre mecânica celeste inspiradas no modelo heliocêntrico, apresentando estudos sobre as eclipses lunar e solar.
  • Andreas Vesalius (1514-1564): médico belga, considerado o Pai da Anatomia Moderna, Vesalius foi um dos precursores dos estudos sobre anatomia e fisiologia, após dissecar corpos de humanos.
  • Francis Bacon (1561-1626): filósofo, político e alquimista inglês, Bacon foi o criador do Método Científico, sistematizando o conhecimento humano. É considerado o fundador da Ciência Moderna.
  • René Descartes (1596-1650): filósofo, físico e matemático francês. Considerado o Pai do Racionalismo e da Matemática Moderna e ainda o fundador da Filosofia Moderna. Sua obra mais representativa é o Discurso sobre o Método, tratado filosófico e matemático.
  • Isaac Newton (1643-1727): filósofo, físico, matemático, astrônomo, alquimista e teólogo inglês. Considerado o Pai da Física e da Mecânica Modernas.
  • Leonardo da Vinci (1452-1519): inventor, matemático, engenheiro e artista italiano. Considerado um dos mais proeminentes gênios do Renascimento e da história da humanidade. Avançou em diversos estudos sobre a anatomia humana e inventou o paraquedas, a máquina de voar, o submarino, o tanque de guerra, dentre outros.
last supper 900
A última ceia foi pintada por Leonardo da Vinci, considerado o modelo de humanista, homem das artes e das ciências.

Beijo do pai!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s