Período pré-colonial no Brasil

Oi filha querida,

Agora vamos conversar sobre o chamado pré-colonial do Brasil, que vai de 1500, data da chegada da esquadra de Pedro Álvares Cabral, até 1530. É importante notar que, nesse período, não houve colonização portuguesa no Brasil. Portugal se limitou a enviar expedições de reconhecimento e de defesa e iniciou a extração do pau-brasil.


Desinteresse português

Quando anunciou a descoberta das terras brasileiras, Portugal não tinha um projeto de colonização. Na verdade, a prioridade era fortalecer os laços comerciais com as Índias. Como resultado de 1500 a 1530, a Coroa portuguesa deu pouca atenção ao Brasil.

Também não foram encontrados, num primeiro momento, metais preciosos nas terras brasileiras, o que só aumentou o desinteresse português.

Portugal passava ainda por uma crise demográfica e não havia, nas novas terras, sociedades organizadas, como na América espanhola.


Primeiras expedições

Em 1501 chegou às novas terras uma expedição liderada por Gaspar de Lemos. Essa expedição foi destinada a mapear o litoral e terminou por confirmar a existência de pau-brasil. Essa árvore era empregada na produção de tintura vermelha e logo chamou a atenção dos portugueses como uma riqueza a ser extraída da terra. Estava então definida a primeira atividade econômica dos portugueses no Brasil: exploração e comércio da madeira de tinturaria.

Em 1503, Gonçalo Coelho liderou outra expedição, destinada construção de feitorias ao longo do litoral. As feitorias eram fortificações empregadas para armazenamento de pau-brasil e para a defesa frente a invasores.

Para a extração do pau-brasil, os portugueses contaram com os indígenas, que recebiam mercadorias em troca do trabalho executado. Esse tipo de troca ficou conhecida pelo nome de escambo.

bra
Exemplar de pau-brasil numa praça pública; restaram poucos em mata nativa.

Interesse de outras nações europeias

Com o tempo, a ausência de portugueses na ocupação do território brasileiro foi notada por outras nações europeias que começaram a invadir o litoral brasileiro. Com frequencia os franceses aportavam em terras brasileiras em de pau-brasil, estabelecendo contato com a população indígena.

O navegador Cristóvão Jacques liderou por duas vezes (1516 e 1526) expediçãor para policiar o litoral e expulsar os contrabandistas.

rio_1555_franca_antartica
Em 1555 os franceses estabeleceram uma colônia em plena aía da Guanabara. Veja um antigo mapa francês indicando o Pão de Açúcar (Pot de Baurre).

Redirecionamento português

Já nessa época, a coroa portuguesa reconhecia que a falta de pólos de colonização poderia colocar as terras conquistadas em risco.

Ao lado do risco de invasão das terras americanas, os portugueses não estavam atingindo os resultados esperados no comércio com a Índias. O desgaste das longas rotas marítmas e a concorrência de outras nações fez diminuir o interesse pelo comércio com o Oriente. Assim, o interesse português se voltou às terras brasileiras.


Primeira expedição colonizadora

Em 1530, é enviada ao Brasil a expedição de Martim Afonso de Souza, cuja missão foi fundar o primeiro pólo de colonização portuguesa em terras brasileiras. Já nessa viagem, foram trazidas mudas de cana-de-açúcar, com vistas ao desenvolvimento dos primeiros engenhos de produção de açúcar.

Também com Martim Afonso de Souza vieam os primeiros padres jesuítas, para a catequização dos indígenas.

Beijo do pai!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s