Hidrografia do Continente Americano

Oi filha querida,

Continuando o estudo sobre o Continente Americano, agora vamos tratar da hidrografia. Novamente vamos dividir nosso enfoque pelas três Américas.


América do Norte

No Canadá é grande a quantidade de lagos, formados pelo derretimento do gelo, no entanto, no extremo norte do país, os rios se mantém congelados.

No oeste dos EUA temos o rio Colorado, que percorre o conhecido Grand Cânion.

grand-canyon-colorado-river-1
Rio Colorado atravessando o Grand Cânion.

Diversos rios nos Estados Unidos nascem nas Montanhas Rochosas, percorrem as planícies centrais e desaguam no Golfo do México.

É importante observar que existe um importante tráfego hidroviário, tanto no Canadá como especialmente nos EUA.

No Oceano Pacífico desembocam os rios Colúmbia e Colorado, que fazem percursos sinuosos, atravessando cânions, por meio de montanhas e planaltos.

Já as bacias atlânticas correspondem a três quartos do território dos EUA. Os montes Apalaches fazem com que os rios sejam curtos, com grande volume de água, sendo muitos deles navegáveis.

Há um canal artificial ligando o Rio Hudson aos grandes lagos (Superior, Michigan, Huron, Eire e Ontário) que são interligados e ainda se comunicam com o Rio São Lourenço, desembocando no Atlântico.

A bacia do Mississipi-Missouri é o principal sistema hidrográfico dos EUA, estendendo-se entre os Apalaches (ao leste) e as Montanhas Rochosas (ao oeste).

namerica
Principais rios da América do Norte (em inglês).
94675-004-518A2065
Barcaça no Rio Mississipi.

América Central

Formada por rios de pequena extensão. Na América Central, a região montanhosa funciona como um divisor de águas, levando parte dos rios a desaguarem no Pacífico e o resto no Atlântico.

O rio mais significativo da região é o rio San Juan, que liga o lago Nicarágua ao Oceano Atlântico.

Um elemento muito importante da hidrografia da região é o Canal do Panamá. Trata-se de uma monumental obra de engenharia que possibilita a passagem de navios entre o Atlântico e o Pacífico.

O Canal do Panamá foi construído de 1903 a 1914, com capitais dos EUA. O canal ficou sob controle dos americanos até 1999, quando foi entregue à administração dos panamenhos.

canal_roger_w
Vista do Canal do Panamá,

América do Sul

A hidrografia sofre muita influência do relevo, desta forma, a Cordilheira dos Andes será o principal divisor de águas no continente. Assim, a maior parte dos rios do continente desagua no Oceano Atlântico. Os rios que desguam no Pacífico são sempre de pequena extensão.

Merecem destaque no continente:

  • Rio Amazonas: maior rio do mundo em extensão e volume de água (contém 20% do volume de água doce do mundo);
  • Rio Orenoco: ao norte do continente, de grande importância à navegação;
  • Bacia Platina: formada pelos rios Paraná, Paraguai e Uruguai, de grande importância econômica para a produção de energia e para a navegação;
  • Lago Titicaca: entre a Bolívia e o Peru, é o lago navegável situado em maior altitude no mundo.
  • Rio São Francisco: importante via de navegação, irrigação e de integração no Nordeste do Brasil.
samerica
Principais rios na América do Sul (em inglê).

A hidrelétrica de Itaipu, situada entre o Brasil e o Paraguai, é umas das maiores hidrelétricas do mundo e se encontra situada na bacia do rio Paraná.

laketiticaca915
Lago Titicaca, com a Cordilheira dos Andes ao fundo.

Beijo do pai!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s