Despotismo esclarecido

Oi filha querida,

Vamos conversar agora sobre o despotismo esclarecido.

O despotismo esclarecido foi uma forma de governo adotada, no século XVIII, como caminho de sobrevivência para a monarquia absolutista, que estava em crise em virtude das idéias iluministas.


Origens

Já vimos que, de acordo com o absolutismo, o monarcas seriam escolhidos por Deus e, portanto, não deveriam ser questionados. Os reis então exerciam seu poder de forma centralizada e absoluta.

Entretanto, a partir do século XVII as ideias iluministas passaram a ganhar espaço na Europa. Já vimos que o Iluminismo foi um movimento filosófico, político, social, econômico e cultural, que defendia o emprego da razão, em claro antagonismo à visão teocêntrica que vigorou durante a Idade Média.


Adoção parcial das ideias iluministas

Com o tempo, alguns monarcas europeus passaram a adotar parte das ideias iluministas, implantando reformas em seus reinos, reformas estas que contribuíram para o desenvolvimento de suas nações. Esses monarcas se tonaram conhecidos como déspotas esclarecidos, ou seja, como reis absolutos iluminados.

Os principais déspotas esclarecidos foram:

  • Catarina II, da Rússia: com o apoio de iluministas como Voltaire e D’Alembert, a imperatriz limitou a interferência da Igreja e adotou a tolerância a todas crenças religiosas; construiu escolas e modernizou a administração; e reformou algumas cidades. Diderot foi outro iluminista que esteve na Rússia, a convite de Catarina II.
Rokotov Fyodor - Portrait of Catherine II - JRX-3283
Retrato de Catarina II, da Rússia.
  • José II, da Áustria: em virtude sua fé Católica, não se aproximou tanto dos filósofos iluministas, mas realizou grandes reformas a partir das ideias iluministas. Aboliu a tortura e a servidão, passou a cobrar impostos do clero e da nobreza, fundou escolas, construiu hospitais, reformou a legislação e permitiu todas as crenças religiosas.
  • Frederico II, da Prússia: o monarca mais próximo dos filósofos iluministas, acolhendo-os quando eles sofriam perseguições na França. Frederico II aboliu as torturas, fundou escolas, reformulou o sistema penal e implantou a tolerância religiosa.
  • Marquês de Pombal, de Portugal: conde português, ministro do Rei D. José, de Portugal. Pombal expulsou os jesuítas das terras portuguesas e reformou a estrutura administrativa do reino (educação, economia, sociedade e exército), desenvolvendo o comércio colonial.

Observação importante

É importante observar que os déspotas esclarecidos não adotaram indiscriminadamente todas as ideias iluministas. Somente aquelas que garantiam um maior desenvolvimento social e econômico para seus reinos, mas que não prejudicavam a manutenção do poder real centralizado e, portanto, não desestabilizavam as estruturas da monarquia absolutista.

Beijo do pai!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s